domingo, 27 de setembro de 2009

PRÊMIO PROFESSOR DO BRASIL

Postado por Nidiane Latocheski às domingo, setembro 27, 2009
Reações: 
7 comentários
Colegas,
participem do concurso que premiará os melhores 8 projetos de cada grande região do Brasil.
Segundo o MEC, é uma forma de valorizar nosso papel.

O regulamento está no site PrêmioProfessor.
Inscrições até o dia  30/09/09






Fique de olho no
DECRETO 6094 24/04/2007
do Plano de metas da Educação

INSCREVI um projeto..
tô na torcida.. 
mesmo se não der pra mim, divulguei nosso trabalho
na Sala de Leitura Álvares de Azevedo.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A Redação do ENEM

Postado por Nidiane Latocheski às quinta-feira, setembro 24, 2009
Reações: 
1 comentários


 Sei que Sou suspeita pra dizer (já que elegi como o método de ensino preferido e à frente de todos os que conheço), mas a Rede Pitágoras nos fornece subsídios excelentes sobre como trabalhar a língua materna em suas várias possibilidades. Sempre respeitou o trabalho com as competências e habilidades, antes mesmo das mudanças anunciadas sobre o “novo” ENEM. Coisa de 12 anos atrás, quando trabalhei pela 1ª vez com a Rede.


 Sempre tivemos cursos que nos direcionou para esta realidade: valorizar o conhecimento de mundo e formar o aluno para a solução de problemas, já visível no slogan do INEP “Um ensaio para a vida”:


Está claro que a própria resolução da prova já é um desafio e tanto, não? Por isso, resolvi publicar algumas reflexões solicitadas pelos meus alunos, acerca da produção de textos. Então, vamos ao tópico principal de hoje: A temida redação!

Abaixo, uma tabela simples (sugerida pela rede) que já trabalhei no processo de correção de textos produzidos, como forma de Auto-avaliação. Meu critério foi o mesmo do ENEM até 2008:


GRADE DE CORREÇÃO




COMPETÊNCIA 1 - demonstrar o domínio da norma culta da língua


COMPETÊNCIA 2 - compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo/argumentativo.


COMPETÊNCIA 3 - selecionar, relacionar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.


COMPETÊNCIA 4 - demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.


COMPETÊNCIA 5 - elaborar proposta de solução para o problema, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.


Tenho lido muitas notícias sobre o ENEM, bem como dicas excelentes para a produção de um texto de qualidade. Aí vão alguns endereços pra você mesmo conferir:

Tenho lido muitas notícias sobre o ENEM, bem como dicas excelentes para a produção de um texto de qualidade. Aí vão alguns endereços pra você mesmo conferir:



No site do ENEM / INEP  você encontra as matrizes de referência, ou seja o que “cai” nas provas e como isso será avaliado.


Já o G1 trata de uma dica fundamental: “jamais escrever a redação a lápis” e declara que o coordenador do ENEM disse que "Se o aluno coloca o pingo do 'i' com um coração, por exemplo, é uma forma de identificá-lo. Ele também não pode fazer nenhum desenho, sinal ou rabisco que facilitem ao corretor saber quem é a pessoa", afirmou. Também aponta que a redação não é obrigatória, mas fundamental ao ProUni.


Agora, o que você já espera encontrar, embora não haja rceitas prontas aí vão as
10 DICAS PARAUMA BOA REDAÇÃO :

1. Mantenha-se atualizado em relação aos grandes problemas brasileiros (sociais, políticos, culturais, ambientais etc.), lendo revistas e jornais. Só assim você enriquecerá seu repertório de informações e argumentos para opinar, de forma consistente, sobre o tema proposto.


2. Procure conhecer o modelo de redação do Enem, tomando contato com as propostas dos exames anteriores e, se possível, desenvolva essas propostas a título de exercício. Peça que seu professor de língua portuguesa avalie seu desempenho.

3. Na hora da prova, leia coma máxima atenção a proposta apresentada, procurando entender o que dizem os textos que a compõem. Lembre-se de que esses textos não podem ser ignorados no desenvolvimento de sua redação.

4. Ao desenvolver seu texto, você deve fazê-lo por meio de uma dissertação argumentativa e não de uma narração. Evite escrever em forma de diálogo.

5. Use a língua escrita culta, ou, em outras palavras, o português escrito padrão. Evite, pois, a linguagem popular ou a gíria.

6. Ao redigir seu texto, além de expor informações e argumentos, procure se posicionar diante da situação-problema presente na proposta.

7. Faça antes um rascunho e, na hora de passar a limpo seu texto, proceda a uma boa revisão.

8. Desenvolva seu texto com coerência e de forma bem articulada. Esses dois aspectos também serão avaliados e receberão nota.

9. Não se esqueça de incluir em seu projeto de texto uma proposta de solução para o problema tratado no texto, conforme recomenda a competência.

10. Escreva no mínimo 15 linhas e use uma letra legível.


Se você quer saber como foram
 as propostas de 1998 até 2008,
recomendo o site
http://www.enem.coc.com.br/redacao.asp,
onde poderá fazer downloads.




Caso encontre mais links sobre a redação do ENEM,
deixe sua indicação. Obrigada!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

3° PRÊMIO INTERNACIONAL POESIA AO VÍDEO

Postado por Nidiane Latocheski às terça-feira, setembro 22, 2009
Reações: 
0 comentários

Ainda estão abertas as inscrições para o 3º Prêmio Internacional de Poesia em Vídeo promovido pela organização da Festa Literária de Porto de Galinhas, em Pernambuco, a Fliporto, que acontece de 5 a 8 de novembro.



Qualquer pessoa no mundo inteiro pode participar, mas as poesias precisam ser originalmente em língua portuguesa ou espanhola. Não serão aceitos poemas traduzidos. As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de outubro no próprio site da Fliporto.


A ideia é estimular a produção, a leitura e a interpretação de poemas além da divulgação de seus escritores.


Para participar, basta inscrever um vídeo inédito editado com um poema interpretado em língua portuguesa ou espanhola.


O júri elegerá os três melhores que apresentarem grau de poeticidade e competência de interpretação, originalidade, correção da linguagem e qualidade técnica da edição.


Os vencedores serão premiados no dia 8 de novembro e vão faturar R$ 4 mil, o primeiro colocado, R$ 3 mil, o segundo, e R$ 2 mil, o terceiro, além de passagens e hospedagem gratuitas durante a realização da Fliporto.

Em tempos de novas mídias, o Prêmio não deixa de ser uma ótima iniciativa de experimentar a palavra e suas infinitas formas de nos encantar!




Veja o regulamento e participe!
 
obs.: do site Coisas (livrescas)

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Leitura e escrita - atividades indissociáveis.

Postado por Nidiane Latocheski às segunda-feira, setembro 21, 2009
Reações: 
1 comentários
Descobri o blog NA MIRA DO LEITOR - escrito por DORALICE ARAÚJO.
ADOREI a forma com que ela elabora seus textos. A jornalista da Gazeta do Povo é uma ótima professora de Língua Portuguesa também.. Por isso, tomei a liberdade de transcrever uma postagem dela feita no blog:


Na data do dia 15/09, ela deu verdadeiras dicas para quem quer ler e escrever melhor. Aproveite vc também!! Boa leitura!
"Eu trabalho literalmente com a leitura e a escrita e ganho o pão de cada dia orientando e corrigindo a elaboração de textos, portanto, ler e escrever são verbos de ações constantes na minha vida, por isso fiquei bem à vontade para colaborar com o Caderno Vestibular (GP, 14/ 9) e compartilhar o texto Um banquete de palavras , que ganhou a sugestiva ilustração do Zart.

Um banquete de palavras


Joel Zart/Gazeta do Povo



Ficar à vontade com os temas, dominar a estrutura solicitada, articular os recursos textuais, expressar objetivamente as suas intenções, além de atentar à figura do interlocutor são passos imprescindíveis a quem deseja comunicar através da escrita - e, se você está inscrito no ENEM e vestibulares não poderá ignorar esses itens.



Hoje atenderei alunos e o texto dissertativo será o convidado do dia. Para deixar os participantes da aula mais preparados levo invariavelment as edições dos dois jornais que assino e duas revistas, aleatoriamente compradas nas bancas, para a sala de aula. O objetivo? Impressos ajudam a nutrir a bagagem informativa sobre temas diversos, pois um dos requisitos da dissertação é a qualidade informativa dos dados apresentados, dispostos em três blocos articulados tematicamente, ou seja: introdução, desenvolvimento e conclusão.


Veja como se faz - Depois da leitura e reconhecimento dos temas presentes na capa dos jornais e das revistas os meus alunos seguem o trajeto abaixo:


> Fazem no caderno uma lista de temas encontrados nas capas dos jornais e revistas examinados.



> Avaliam o grau da informação que reúnem com relação à lista anteriormente feita( nada, um pouco, mais ou menos, muita, estou afiado).



> Comparam os informes e atentam ao aprofundamento temático, aos recursos visuais apresentados( infográficos, imagens, legendas, referências intertextuais, entre outros).





> Elaboram, depois de selecionar 1 ou 2 temas, um apanhado geral no caderno sobre as informações que os impressos reúnem.



> Escolhem uma das propostas de redação dissertativa que lhes apresentei, antes do exame nas capas dos jornais e revistas( eu sempre examino os jornais e as revistas anteriormente).



> Seguem, sob forma de rascunho, os passos do roteiro da composição dissertativa, ou seja: uma breve apresentação(introdução), exposição articulada das informações sobre o tema da redação( desenvolvimento) e finalização que assegure a análise expositiva da temática proposta( conclusão).



> Releem atentamente o que escreveram e atentam à lógica expositiva, aos recursos textuais utilizados e, sobretudo se o atendimento da proposta foi rigorosamente considerado( nº de linhas, presença ou não de título e formato estrutural ajustado).





> Organizam caprichosamente a versão definitiva do texto.




Examinar o noticiário, refletir sobre os temas e articular os elementos estruturais específicos solicitados são práticas comuns nas aulas de redação



Ano após ano a realidade se repete: os alunos descobrem, depois de algumas aulas, que escrever com autonomia é resultado de treino diário, de conhecimento e utilização dos recursos textuais e, principalmente, da farta leitura e troca de conversa sobre todos os assuntos, por isso quem lê com desenvoltura - e não foge de um papo antenado com outros leitores - reúne melhores condições para escrever e se destacar entre milhares de canditados. Não duvide; os pais atentos e experientes, os amigos universitários e os colegas professores de redação confirmarão a pertinência das minhas advertências.



É importante lembrar aos inscritos, seja no ENEM ou vestibulares concorridos, da especificidade das redações: elas devem invariavelmente atender objetivos anunciados no edital e a correção seguirá critérios metodológicos precisos, afinal, examinar um grande número de candidatos exigirá atenção dos corretores à especificidade de cada modelo de texto - e, o dissertativo é apenas um deles. Fique, portanto, atento às intenções, à estrutura e à aparência enunciativa, por exemplo, da dissertação.


Recomendações: acompanhe no Caderno Vestibular as propostas de redação que já apareceram no ENEM e não deixe de atender aos desafios que o seu professor de redação tem apresentado em sala de aula.



Oportunamente tratarei dos costumeiros descuidos presentes na elaboração dos textos - e, colegas professores de redaçao estão convidados a interagir com depoimentos na postagem, porque assim ampliaremos melhor as observações constatadas na rotina em sala de aula.



Até a próxima!"

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

MINHAS primeiras VEZES!!! (Uma experiência incrível!)

Postado por Nidiane Latocheski às quinta-feira, setembro 17, 2009
Reações: 
5 comentários
Pensei em vários títulos pra essa publicação e optei por essa de inúmeros sentidos, porque gostaria MEEEESMO que lesse até o final.


Venho desabafar as emoções de uma primeira vez!!
O fato é que participei de uma palestra que me deixou EUFÓRICA, EMOCIONADA, ORGULHOSA, DECIDIDA, etc..

Percebo nas palestras proferidas a professores que, geralmente, são para reafirmar ideologias governamentais. Ainda mais de um Fórum de Educação "bancado" pela prefeitura, então... pense no que pensei, ao sair de casa!!

Mas, ao contrário do que esperava, o professor CELSO FERRAREZI JR., formado em Letras, especialista em linguística -leia-se mestre e doutor - (não que títulos diferencie, mas pra "esse cara" eu  "PAGO PAU"!!! ) simplesmente ABRILHANTOU nossa noite em Vilhena. Nunca participei de um evento cultural em que os professores, num coro só literalmente, "ovacionassem" e aplaudissem de pé, ao final..


FOI EXCELENTE!! Um grande avanço! E mais, estavam as autoridades presentes que ouviram a tudo, sem poderem reagir!! É... graças à liberdade de expressão, podemos compartilhar de boas e INTELIGENTES ideias !


Por isso, venho compartilhá-las. Não seria justo guardar só comigo..


Ah! pela primeira vez também poderei fazer alguma "coisa" com as anotações que sempre registramos, mas quase nunca utilizamos.

 TÍTULO OFICIAL dessa publicação:

PROFESSOR Celso Ferrarezi OVACIONADO
PELA PLATÉIA
(confessa! vc não leria, né?)

Celso - foto do site de notícias  Extra de Rondônia

Foi emocionante do início ao fim. 
O tema da palestra: Uma escola viva e para a vida.

Ali, o professor discursou do início da EDUCAÇÃO silenciadora que foi concebida no Brasil, deeeeeesde a Colonização até os dias de hoje.
E aí é que mora o problema nas raízes profundas dessa construção! Apesar da Constituição "garantir" ao cidadão, uma formação integral, desenvolver-se para SER FELIZ, a escola não prepara para este fim, muito menos forma o tal cidadão integralmente. Formam-se alunos para serem EMPREGADOS, só! Ainda que em escolas particulares estimule o empreendedorismo, a realidade da maioria dos futuros adultos que "concluem" o ensino básico é a de REVERENCIAR o patrão. Aliás, como BEM disse o professor "a escola se perdeu no caminho".

Segundo consta, o desespero do MEC em financiar a publicidade de slogan: "seja um professor"  é  justificável, pois, há atualmente uma "oferta" de 480.000 vagas para professor em todo o Brasil e a projeção para 2012 é de 700.000, o que significa um percentual de 30% da Educação PARADA.
Parece que só agora, perceberam que TODAS as profissões dependem de algum de nós para formarem-se. Mas, a realidade também mostra que somos um PÉSSIMO grupo, porém, bons ou muito bons individualmente. Que paradoxo, não?
Abaixo seguem alguns argumentos que sustentam esses pensamentos:


FRAGILIZAÇÃO DAS RELAÇÕES HUMANAS


Escola deveria ser o local onde se aprende a relacionar-se humanamente. Entretanto, é um espaço onde convive-se FORMALMENTE, pois, a concepção do papel do professor ainda está incorreta e também há a falta da predisposição para as relações maduras. Ficamos no campo da superficialidade, das aparências, acabamos por nos desumanizar. O aluno, por sua vez, traz consigo a obrigatoriedade em estudar porque os pais mandam e não porque perceberam que necessitarão para sua formação, não sei se para serem felizes, mas para formar-se sim!


CONCLUSÃO: A burocracia impera e as relações são cada vez mais distantes, exigindo uma postura ética, padrão, desconfiada, cheia de "não-me-toques ". Aliás, se tocar no aluno, dará PROCESSO no MP!! Ou por "assédio moral, sexual, etc." ou porque o professor "tá se achando"...

 DESPREZO AO PROFESSOR


A CENTRALIZAÇÃO  do ensino nos ALUNOS fez com que TUUUUUUDO seja para eles: projetos, materiais escolares, uniformes, merenda, móveis, livros didáticos, enfim, todos os recursos necessários que "garantam" o aprendizado do aluno. (e maior quantidade de votos para os futuros representantes do povo.)
Os PROFESSORES por sua vez, ficam com o RESTO! Claaaaaaaro! - diriam alguns - afinal, o professor já ganha pra comprar suas "parafernalhas" e nem precisa de uniforme.. pra quê?
Perceba que quando se discute o salário de juízes, advogados, médicos e profissões de maior prestígio diz-se: TETO salarial. Para os pé-rapados: PISO salarial. Isso explica muito!


CONCLUSÃO: Professor INFELIZ, DOENTE, PROBLEMÁTICO, atrapalhando o progresso do aluno, já que fica "perseguindo", "reprovando", "caçoando", "ridícularizando", "expondo" os coitadinhos dos alunos.
Nisso, a IMAGEM do magistério a cada dia fica mais desvalorizada, desbotada, corroída, quase inexistente.
E o professor, mesmo assim precisa ser especialista em muitos assuntos: sua área de atuação (óbvio!), relações humanas, psicologia, psiquiatria e quantas mais forem necessárias.
Como evitar então, a baixa auto-estima dos alunos, se os próprios educadores já nem tem sua auto-estima?
Como ensinar: felicidade, sonhos, domínio da própria vida, ser dono do próprio nariz, ser antenado, lutar pelos direitos, se isso não está muito claro em sua imagem ou conduta tão cansada?
Como contar com o apoio pedagógico de outros colegas, que poderiam nos auxiliar, promovendo melhoria EFETIVA em nossas aulas, se eles precisam, também, seguir protocolos e se ocuparem de tooooodas as novidades-burocrática vindouras de "alguém-lá-de-cima"? Como se fossem passes de mágica, tais teorias imediatamente serão nos "repassadas" em algum sábado letivo numa "formação pedagógica". Mas, sabe como é professor né? só reclaaaaaaaaaama!!!

 DESPREZO À REALIDADE


65% a 80% dos conteúdos "ensinados" na escola não tem valor para as nossas vidas!!
Pesquisas feitas com pais e mestres comprovaram a tese do Celso de que é necessário jogar fora os atuais currículos e construir novos, junto à comunidade, escolhendo conteúdos úteis e discutindo problemas reais, apontar caminhos para as soluções.


CONCLUSÃO: ao invés de ensinar tooooodas as classes de palvaras, rapidamente, para alunos de 6° ano, ensinar-lhes a LER, ESCREVER, OUVIR E FALAR  (sugeridos em nossos famosos PCNS/1996), o que aliás, já deveria ser ensinado desde o 1° dia de aula sem tolher-lhes os sonhos e expectativas diante da vida!

 DESPREZO AO MÉRITO
Tentarei escrever na íntegra:
"Num estado em que o currículo diz que "essa disciplina" reprova, "aquela" não, só poderíamos ter professores que não falam a mesma língua e reforçam a sua própria desvalorização. (seria isso mais uma tática de políticas públicas?)


CONCLUSÃO:Ensina-se a CONVIVÊNCIA pacífica, da obediência, do silêncio, do "manda quem pode e obedece quem tem juízo"! Mas, outra pesquisa do professor comprovou que as pessoas lembram mais dos professores exigentes. (Preciso ampliar meu nível de exigência, inclusive!)
Convença-se de que tuuuudo "tá bom" e continue medíocre! Ao contrário, tente convencer-se de que ainda pode MELHORAR!
"Rir da ignorância alheia é o mesmo q o médico rir do câncer!" (Cômico se não fosse trágico, não?)

 DESPREZO DA QUALIDADE


Sem exigir o MÉRITO, contenta-se com o MÍNIMO..
Quanto preciso tirar nessa prova?
Qual é a média dessa escola?
Já passei no 3° bimestre, pra que estudar mais?
Não vou usar isso nunca em minha profissão...
Entre outros comentários, o aluno ao entrar na escola, verifica as péssimas condições físicas do prédio, materiais de 5ª categoria, porque as outras não "passaram" na licitação... encontra também seus 'mestres-queixosos' e aprende que a vida é difícil, que precisa de mão-de-obra qualificada. Aprende também que poderá recuperar muitas vezes sua nota, mas talvez não terá a mesma chance no trabalho, futuramente.


CONCLUSÃO: Se a escola mudar e exigir qualidade (com qualidade em suas práticas), o aluno poderá acreditar que "tudo vai ser diferente", que "ainda resta uma esperança"

 PARTIDARIZAÇÃO DA ESCOLA


Fechando com "chave de ouro", diante do Secretário Municipal de Educação, do vice-prefeito, da primeira-dama, esse  CORAJOSO, EXÍMIO, PESQUISADOR, MESTRE, DOUTOR em Educação para a vida, nos alegrou muito comungando da mesma ideia. Disse que enquanto a escola for INSTRUMENTO de ideologia, manter SUCURSAIS ELEITOREIRAS, CARGOS por indicação e não por COMPETÊNCIA, teremos a FALÊNCIA da Educação. Afinal, a escola precisa existir PERENE e não ao sabor de POLÍTICAS efêmeras!


CONCLUSÃO: vamos sair desse estado de INÉRCIA em que a EDUCAÇÃO vive?
Vamos aderir a essa campanha? Dialogar, propor, pensar, avaliar, reavaliar, reconstruir, organizar são ações que ajudarão (a longo prazo) a retirada da Educação da UTI, ou melhor, precisamos primeiro pô-la na UTI, pois, temos o diagnóstico e não fazemos NAAAAAAAADA! Afinal JÁ TEMOS O MÍNIMO, né?


Professor, desculpe-me se parafraseei demais, sem sua prévia autorização (formal)
E mais uma vez: MUITÍSSIMO OBRIGADA por resgatar nossa IMAGEM. Precisamos ter CORAGEM de reagir e arregaçar as mangas. Quando eu crescer, quero ser como o senhor..

Pela 1ª VEZ, eu escrevo um texto do qual me ORGULHO!!!














sábado, 12 de setembro de 2009

O Pensador!!

Postado por Nidiane Latocheski às sábado, setembro 12, 2009
Reações: 
1 comentários
Gosto muito do Gabriel O Pensador, desde a época do Ensino Médio qdo ouvi pela primeira vez "Lôraburra", "Retrato de um Playboy"e "Tô Feliz" (matei o presidente) que foram lançadas em 1993. Quando escutava suas músicas,  mexia com meus pensamentos, pois, são letras críticas, irreverentes e ,claro,  muito criativas!!


Depois dessas músicas, vieram outras que marcariam minha vida.. Agora, já na UNIR, cursando Letras, participei de uma Semana de Educação (repensando as práticas) realizada pela Prefeitura Municipal. Fui auxiliar os ministrantes do curso, e ouvi pela primeira vez a "Estudo Errado". Nossa, lembro que na época muitos professores se ofenderam com tal repercussão.. Eu não entendia nada ainda sobre a Educação, mas já sabia que aquelas ideias contidas na letra da música faziam muuuito sentido..


E aqui está ela






"Quando a gente muda,o mundo muda com a gente,e agente muda o mundo com a mudança da mente, na mudança de atitude não há mau que não se mude nem doença sem cura, na mudança de atitude a gente fica mais seguro, na mudança do presente a gente molda o futuro..." (Gabriel o Pensador)


É.. ele sempre foi um cara que pensa "além do seu tempo" e isso não é só o clichê não, é a realidade.


Ele continua fazendo enoorme sucesso mundo afora com seus pensamentos através de grandes letras contra o preconceito principalmente..


LAVAGEM CEREBRAL retrata o que tá na cara: "precisamos de uma reforma geral , de uma lavagem cerebral"




Pra finalizar, relato que RORBETO foi um livro que fiz questão de ler em casa, para meu filho que nasceu com seis dedos..Também li em todas as salas em que lecionei no ano de 2007... Simplesmente amo a mensagem que ele nos transmite.

Hoje lendo a biografia do Gabriel, aliás FANTÁSTICA! Também encontrei o vídeo da peça com o mesmo título do livro. Pena que nesse mundão de Deus, Rondônia perde em cultura e nem traz grandes espetáculos teatrais, ainda.. Pvh não perde muito, pois já possui Teatro de Bonecos e também um Municipal, parece.. Agora, Vilhena, vixi! Nem ouvimos falar de projetos.. Que pena! Mas, voltando ao assunto, abaixo dê uma conferida nos trechinhos da peça Rorbeto.. como o próprio Gabriel sugere, "o efeito é bem melhor a olho nu".. deve ser MESMO!!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Layout ou leiaute NOVO!!

Postado por Nidiane Latocheski às terça-feira, setembro 08, 2009
Reações: 
2 comentários
Agora sim, posso criar aqui com esse novo leiaute (isso mesmo! essa palavra existe e tá no dicionário HOUAISS)..
O antigo, como disse o Rodrigo (meu aluno q ensinou como mudar a "cara" do blog): "mto podre esses leiautes clássicos!!"
Nesta postagem, por ex. tenho nova cx de ferramentas aqui.. ihuuuu.. Ms ainda gosto de blogar pelo Windows Live.. Pena que é mais demorado..



Tudo começou na aula que tivemos no laboratório de informática, quarta-feira passada.. Pena, que só pude levar o 2° H.. Ainda quero levar as outras turmas..


Olha nós aqui :P
    Povo concentrado.. e alguns fazendo pose..
né miss?
   Ao fundo, Mariza, nossa prof. do LIE Álvares.. Parceirona..

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

O TERCEIRINHO do SESI

Postado por Nidiane Latocheski às quinta-feira, setembro 03, 2009
Reações: 
5 comentários Links para esta postagem
NOSSO BATE-PAPO E AUTOAVALIAÇÃO
sobre o FLAFS (22/08/09)


Apelidados carinhosamente de "3°inho", devido ao tamanho da turma... são, na verdade, graaaaaaaaandes pessoas e alunos. Têm um talento para Literatura e Produção de textos!!



Falando nisso, estão produzindo um documentário sobre o FLAFS (Festival Literário Artístico e Folclórico do Sesi), desde o início até o ano corrente..
Tenho certeza de que vai BOMBAR!! Porque realmente, estão se dedicando e não é só pela nota em PT não!! [espero..ashuashuashu]
Aí vão algumas fotos, logo o vídeo será exposto para a comunidade escolar..




Galera toooooooooda!!

Pedro, Titah, Laísa, Paula,

Jésica, Karine, Lourdinha,

Nidiane e Camila






ORGANIZAÇÃO DO ESTÚDIO


Paula filmando tuuuuuuuuudo...






















Laísa e Camila A turma e eu











Com a professora Elisangela,



que participou com seu depoimento..







IMPRENSAAAAAAAA!!

VALEU, gente!!!!
 

Blog da Nidi Copyright © 2010 Designed by Paulinha Lobato