terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Bons textos merecem destaque

Postado por Nidiane Latocheski às terça-feira, dezembro 22, 2009
Reações: 
3 comentários
Com o clima de Natal em voga e todos nos animando para as Festas, farei uma homenagem à professora Helaine Balla, lá de Arapongas / PR. Apesar de não conhecê-la pessoalmente, é excelente professora, só pelo ótimo relacionamento (visível) que tem com os alunos, além de suas ótimas práticas, disponíveis no blog Português é Legal. Dela é essa  linda crônica de natal:


 


O bom velhinho


Quem mais deseja nesse mundo é o coração de criança. Naquele sábado de dezembro, quem chegasse por último ao shopping para ver o Papai Noel ia pagar castigo. Pela porta de vidro passaram desembestadas três crianças, uma menorzinha e outras duas correndo. Para quem não sabe, criança corre porque sente que a vida acontece só do lado de fora e não quer perder nenhum pedacinho dessa história de viver. Pra que ficar parado ou ir andando se o que a gente quer mesmo é chegar? Corre!

Naquela hora o movimento era fraco. Quase ninguém com sacolas de presentes, a maioria só olhando as vitrines. Final da tarde, hora da preguiça.
- Olha lá, no andar de cima! - uma delas gritou.

Ao lado da escada rolante do segundo andar, Papai Noel, em pé, descansava do seu trono. Quem disse que trabalhar sentado distribuindo balas e pirulitos é coisa fácil...

O barulho da correria cessou subitamente.

Três crianças imóveis em frente ao homem de vermelho, saco de doces nas mãos. Os olhinhos brilhando, mas ele não se mexeu. Nenhuma palavra, nenhum gesto, não viu. Segundos de embaraço, um só pensamento: “Papai Noel, a bala, o pirulito, sou criança!” Nada.
- Vamos ver os brinquedos?
- Vamos!!! Vamos correr!

Papai Noel sorriu para a garotinha no colo do pai, acenou. Depois olhou adiante, três crianças descalças e sujas divertiam-se sentadas nas máquinas de corrida, mãos fingindo sobre o volante, corações imaginando viagens inesquecíveis.
Helaine Giraldeli Balla,
Arapongas - PR - por correio eletrônico
Mundo Jovem, Mural do Leitor:
http://www.pucrs.br/mj/cronica-o-bom-velinho.php

Ela conta que escreveu este texto no ano passado porque presenciou a cena na época do Natal em um Shopping Center, "lugar em que criança pobre não é criança..."

MUITO LINDO, hein!?
PARABÉNS amiga virtual

A imprensa local só quer noticiar SAAAAAAAANGUE

Postado por Nidiane Latocheski às terça-feira, dezembro 22, 2009
Reações: 
5 comentários
Desculpem o desabafo, mas não aguento mais a situação de implorar para os sites de notícia desse município a publicação do grande feito do MEC em selecionar os 35 trabalhos dos professores do Brasil.
Na verdade, eu sempre soube que Educação não é prioridade nesse país.
Mas, como se diz:
"a esperança é a última que morre!"  E já que sou ou da filosofia "não desisto nunca"..
(desculpe os jargões, clichês, etc, mas minha indignação não permite que eu pense algo mais criativo)

Acabei de rascunhar um e-mail de apelo e juro que será o último! Na verdade, não é por ego ou orgulho próprio que venho solicitando pela 3ª ou 4ª vez aos sites, mas tenho acompanhado a tendência das notícias mais lidas: SAAAAAANGUE, TRAGÉDIAS, MORTES, ASSALTOS, etc.
Nesse sentido, até entendo tal "desinteresse" pelo que é saudável, educativo, motivador. Pra quê, né? Se poucos lerão.. Mas, esquecem de que esses poucos leitores poderão ser outros profissionais que também acreditam na melhoria de vida, através da Educação, podem ser outros colegas que também não tenham repensado suas práticas e que influenciarão na formação de futuros adultos...Escrevi algumas linhas para os jornais principais de Vilhena / Rondõnia, implorando pela publicação. Sinto vergonha de ser de um Estado que tem essa visão sobre nós, educadores. Como já comentei antes, a Educação não é de longe o maior interesse do público (e sei que isso justifica a demora ou a não publicação por nenhum jornal desse município e/ou estado).

VOU ESCLARECER: falo da publicação em geral sobre projetos educacionais, quando publicados não dão conta de chamar a atenção da maioria dos leitores, que se interessam bem mais por um bom sensacionalismo...

Ainda assim, creio que a notícia de algo positivo e de interesse público possa  mudar o quadro aos poucos, principalmente, dos professores que não mudam sua forma de ensinar. Prêmios como esse servem de oxigenação às nossas práticas, tão desvalorizadas atualmente.


AGREDECIMENTO: Obrigada a todos vocês que já fizeram matérias valorizando nossas práticas!E a cada aluno q tem entrado em contato comigo e demonstrado todo o carinho e respeito pelo nosso trabalho.. Vcs são a razão de ser de nossas escolas..

Aliás, para minha surpresa, muitos usaram minhas considerações e do professor Edson (Pernambuco), ao lado dos discursos oficiais do Exmo. Ministro da Educação, Secretária da Educação Básica, representante da Unesco no Brasil, secretário geral da Organização dos Estados Ibero-americanos e secretária-executiva do Conselho Nacional de Secretários de Educação.

(Seguem abaixo o texto na íntegra, publicado pela Agência Brasil - que me entrevistou e foi utilizado por outros sites destacados)


>
3 de Dezembro de 2009 - 15h00 - Última modificação em 3 de Dezembro de 2009 - 16h01


Ministério da Educação reconhece projetos inovadores no ensino público

Da Agência Brasil Brasília - Ações pedagógicas criativas e de promoção do ensino público foram reconhecidas hoje (3), pelo Ministério da Educação, durante a entrega do 4º Prêmio Professores do Brasil. Trinta e cinco educadores, de um total de 1.027 inscritos, receberam das mãos do ministro Fernando Haddad o troféu que representa “a confiança na vocação para professor”, como definiu o ministro.

O Prêmio Professores do Brasil é promovido pelo Ministério da Educação e instituições parceiras. São selecionadas experiências realizadas ou em andamento que contribuam para a educação. Nesta edição, além de R$ 5 mil, os professores premiados receberam equipamentos audiovisuais para serem usados nas aulas.

Haddad destacou o esforço dos professores premiados para vencer desafios “que todos sabemos que existem, mas só quem está em sala de aula sabe superá-los”. “A escola pública brasileira, com o orçamento que tem, fazer o que faz não é pouca coisa. É vocação, mesmo”, acrescentou.

A secretária de Educação Básica do Ministério da Educação, Maria do Pilar Lacerda, lembrou que a dedicação dos professores é fundamental para as políticas públicas implementadas pelo governo. A secretária defendeu ainda que “a mudança necessária na educação brasileira não será feita sem a ajuda dos professores”.

O secretário-geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos, Mariano Jabonero, afirmou que os desafios da educação não serão resolvidos com “esforços solitários, mas solidários”.

Já o representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil, Wagner Santana, ressaltou ainda que “mais do que heróis, a educação no Brasil precisa de professores bem formados”.

A secretária executiva do Conselho Nacional de Secretários de Educação, Nilce da Costa, elogiou as iniciativas premiadas e destacou que “o professor só tem sentido em sala de aula, tendo a oportunidade de transformar vidas”.

A professora Nidiane Latocheski, de Vilhena, em Rondônia, foi premiada com a experiência de reestruturar a Sala de Leitura Álvares de Azevedo, na escola de mesmo nome em que leciona. “A iniciativa tornou a leitura mais agradável e aproximou a comunidade da escola, inclusive com a participação de pais e alunos na reforma da sala de leitura”, explicou Nidiane. Ela espera que, com o reconhecimento do ministério, o projeto possa ser adotado em outras escolas da cidade.

O artista, “e também professor”, Edson Moura, de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, destacou que o projeto vencedor de sua autoria, “Tocando e Cantando Poesia”, cumpre o propósito da educação, de estimular pais e alunos a participar das ações promovidas pela escola, em benefício de toda a comunidade. Segundo ele, a iniciativa reúne apresentações de música, poesia e teatro, com objetivo de valorizar o talento dos alunos, “estimulando a autoestima e o papel deles na construção da cidadania”.

Edição: Lílian Beraldo

 Confira os links:Agência Brasil  /Abrelivros

BLOG do prof FredericoDEPOISDAAULA
e mais os 565 endereços sugeridos pelo Google..

Prometi aos jornais locais ser a última vez que imploro essa matéria, ilustrada com a fotinha de Brasília. Sei que devem ter muitas outras de maior interesse e importância. 

Como sempre digo para os meus alunos/leitores: 
        A Educação está inversamente proporcional aos interesses da mídia, dos governos e consequentemente da população...
INFELIZMENTE!

 

domingo, 20 de dezembro de 2009

EMOÇÕES EM BRASÍLIA - Parte II

Postado por Nidiane Latocheski às domingo, dezembro 20, 2009
Reações: 
2 comentários
Como já dito antes, Brasília é show!! E as pessoas que encontrei por lá são MAAAAAAARA!! Aqui posto algumas dessas pessoas que tornaram meu prêmio ainda mais valioso!!

Destino a Cuiabá - Sônia e eu


Esperamos por 2h o voo para Brasília



Partindo a Brasília



Recepção calorosa da Mônica



Encontrando com os primeiros professores também premiados: Cristina, Jorge e Andréia



Coincidência ou não, fomos transladadas uma ao lado da outra e descobrimos que pegamos os mesmos voos e não nos encontramos antes.. Andréia Brito - Presidente Médici - já NOTA DEZ de 2008.
Parceiraça!!



1º mico: perdemos o ônibus para o MEC
kkkkkkkkkk
"nem td é perfeito"


 

Jorge  - Corumbá / MS


 
imperdível!! 


 

....


 
Rozecrei - Campos de Júlio/MT




Entrevista ao Bruno da Agência Brasil

 

ainda a entrevista

  

Apoio moral antes da apresentação no Seminário


 
maninha Rejane - São Miguel / PR


 
'Zé' - achei ele com cara de Zé.. no restaurante Mangai


 

kkkk- Sônia e Jorge.. uma graça!


 

Cristina - Dourados / MS 


 
Patrícia, Cris e Edson - figuraças!


 

Trocando ideias com Meire - Bariri/SP
nova parceira.. 



Equipe MAAAAAAAARA do MEC - deram total apoio aos professores..

Depois vem  PARTE III
(City Tour)
show!!




segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

EMOÇÕES EM BRASÍLIA - 02 a 05/12/09

Postado por Nidiane Latocheski às segunda-feira, dezembro 07, 2009
Reações: 
7 comentários
O maior prêmio, como já disse antes nesse blog é o reconhecimento de um trabalho em PARCERIA ao longo de 05 anos. Pude representar nossa escola, cidade, município e estado de RO. A esperança foi o que motivou minha inscrição, tanto que mandei a síntese num papel sulfite VERDE, como símbolo dela "que é a última que morre"..
Espeo que meus colegas também confiem em seus excelentes projetos e se inscrevam!! Estou torcendo para que nossa Educação vire a página dos fracassos e tenha maiores índices de Qualidade no Ensino!!


MINISTRO FERNANDO HADDAD
(liiiiiiiiiiiindo!! rsrs)



 Presidente do Instituto Votorantim - patrocinador da Categoria Ensino Médio
Graças a ela o projeto foi viável e incluiu-se aos moldes do Prêmio.


Certificado para a escola


 
No MEC, momento antes da entrega do Troféu e Certificado
Andréia Brito - Presidente Médice / RO - NOTA 10 em 2008
Mais uma rondoniense em destaque..
Parceirona, valeu!! Adorei conhecê-la!!

Soninha - amiga, parceira, cúmplice e vice-diretora do Álvares de Azevedo, recebendo o Prêmio da Escola - datashow.

Apresentando o projeto em apenas 15 minutos..
Mas, conseguiiiiiiiiiiii!!




Minha imagem do pano de fundo na área de trabalho..
Ameeeeeeeeeeei tudo!! Principalmente as trocas de experiência..
Brasília é show!! E a vista da torre! encantadora!

Quer mais detalhes?? LEIA:







 

Blog da Nidi Copyright © 2010 Designed by Paulinha Lobato