segunda-feira, 22 de agosto de 2011

O folclore deve ser lembrado SEMPRE

Postado por Nidiane Latocheski às segunda-feira, agosto 22, 2011
Reações: 
1 comentários
pedagogiaaopedaletra.com


Fazendo uma busca sobre o tema, verifiquei muitas críticas em relação ao trabalho com o tema FOLCLORE, sobretudo quando o trabalho se LIMITA ao mês de agosto. E com isso perde-se a noção geral e a importância real do folclore. Tamanha diversidade cultural não temos nem tempo de visualizá-la em alguns dias ou semanas apenas..


EXCERTO DA REPORTAGEM DA REVISTA NOVA ESCOLA:


 Em sua origem inglesa, informa o dicionário Houaiss, a palavra folclore significa o ato de ensinar (lore) um conjunto de costumes, lendas e manifestações artísticas do povo (folk) preservados pela tradição oral. 
Essa definição é um tanto redutora se levarmos em consideração o fato de que toda manifestação cultural é influenciada pelo contexto de quem a produz e que esse contexto, por sua vez, está em constante mudança. Sendo assim, o conceito de folclore é muito mais dinâmico do que parece: envolve diversas vertentes da cultura popular (música, dança, relatos orais etc.) e continua sendo produzido até hoje. 
"É impossível abordar o assunto sem considerar os elementos que fazem parte do cotidiano dos estudantes", afirma Teca Soub, coordenadora do Núcleo de Alfabetização da Prefeitura de São Caetano, SP.


PARA REFLETIR!


Ensinar ao aluno que os elementos de sua própria cultura fazem parte do folclore brasileiro é um dos maiores desafios enfrentados por professores ao tratar do tema. Quando chegam à escola, as crianças trazem com elas os elementos culturais que estão mais próximo delas. Por isso, explicar a elas que essa "cultura caseira" faz parte da noção de folclore funciona melhor do que simplesmente apresentar lendas e mitos sem contextualizá-los. 
"Tal atitude faz os alunos considerarem como folclore elementos que estão distantes deles, dos quais não participam", explica Ikeda. "Isso pode provocar um desinteresse geral".


UMA DICA:


Estimular os estudantes a pesquisar sobre suas próprias comunidades e até mesmo hábitos familiares pode ser um ótimo ponto de partida para o ensino da noção de folclore. "A criança só pode entender a diversidade se perceber que faz parte disso", diz Ikeda. Uma forma eficiente de trazer essas questões para a sala de aula é contar que o conjunto desses costumes determina os aspectos culturais de um povo.

sábado, 13 de agosto de 2011

A (IN) CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

Postado por Nidiane Latocheski às sábado, agosto 13, 2011
Reações: 
0 comentários
Fiquei horrorizada com a notícia de que puseram fogo nas pequenas mudas que foram plantadas pelos alunos, com a intenção de revitalizar o rio Barão do Melgaço.. Puxa vida! É um vandalismo sem noção!! Eram 500 mudas, que agora são apenas cinzas.. 

 Mesmo com uma parte do plantio destruído, o Coordenador do Meio Ambiente na Escola, professor “Vantuil”, fala que está ação não irá desanimar os alunos.” Não vamos desistir, a natureza continua pedindo socorro, e os alunos da Escola Maria Arlete e demais escolas envolvidas no projeto de Revitalização do Rio Barão de Melgaço, estão conscientes que precisamos prosseguir, pois é a nossa ação que faz a diferença na preservação do meio ambiente”, comenta o Coordenador.


Vantuil


alunos engajados no projeto reivindicam providências legais.



 

Blog da Nidi Copyright © 2010 Designed by Paulinha Lobato