domingo, 4 de outubro de 2009

TRABALHOS DOS MEUS ALUNOS - I

Postado por Nidiane Latocheski às domingo, outubro 04, 2009
Reações: 
Espero continuar postando ótimos trabalhos dos meus alunos por aqui..
Sempre que eu tive oportunidade, colocarei algum..
Este abaixo, é do Diogo Ferronato. A proposta era resumir um capítulo através de um esquema. Ele resolveu fazer
 de 3 fomas:





AGORA O POEMA QUE RESUME COM EXCELÊNCIA
NOSSOS ÚLIMOS TRABALHOS DE LITERATURA:

Louco de Pedra
(por Diogo Ferronato)

                                              Camões?



                                              Einstein?


                                             Quem os entende?


                                             São 2 fanfarrões!






                                            O coitado é tão doido


                                            Que não tem nada a desejar


                                           Deveras, vamos pensar...


                                          Ele tem uma dor que dói sem doer.






                                         A dor de Einstein é outra,


                                         Ele era tão feito


                                        Que quando nasceu nem sua mãe o quis


                                        Esse sim é o verdadeiro infeliz.


                                        Deus e eu no sertão



                                        Na Babilônia, ou em Sião?


                                        Camões não sabe,


                                        No mínimo nem ouviu essa canção.






                                       Os ingleses não combateram a maldição,


                                       Que dos portugueses tinha a humilhação de não ter seu herói


                                       Mas surge D. Sebastião, que no fundo de seu coração, junto das tormentas


                                       Guardava uma coragem, e não havia água-benta que o faria parar de navegar.






                                       Vamos lá, vamos lá, que essa é pra acabar.






                                        Camões, coitado,


                                        Só não escreveu um poema sobre sua morte


                                        Mas não duvido que esse bicho arretado


                                        Surja e escreva: Memórias póstumas de Camões.
 
¹ Alardeador de valentias próprias, porém falsas ou exageradas; impostor

0 comentários:

 

Blog da Nidi Copyright © 2010 Designed by Paulinha Lobato